Exposição celebra centenário de A metamorfose

Posted on 01/05/2016

2


Um corpo estranho revisita obra de Franz Kafka e traz detalhes sobre um dos trabalhos mais importantes da literatura mundial

A metamorfose

“A metamorfose” completa cem anos em 2016

Célebre trabalho do escritor tcheco Franz Kafka, “A metamorfose” completa cem anos de publicação em 2016. Para comemorar o centenário de um dos livros mais lidos no mundo, a Academia Mineira de Letras recebe, a partir de hoje (1º), a exposição “Um Corpo Estranho”. A mostra faz uma releitura fiel ao ambiente de estranhamento e transformação que envolve a narrativa de Kafka, além de reunir curiosidades sobre o universo kafkaniano.

Dividida em três núcleos expositivos, a mostra conta com fotos, ilustrações, sonorização e atmosfera especial para que o visitante conheça um pouco da obra e do caráter de pessimismo, dúvidas, estranhamento, insegurança e transformação presentes em “A metamorfose”. Uma sala especial, dedicada ao protagonista da trama, Gregor Samsa, reproduz o quarto da personagem, que da noite para o dia se transforma em uma barata.

Outras obras de Kafka também integram o acervo da exposição, como Carta ao pai e diários do escritor, quem morreu em 3 de junho de 1924, na cidade de Klosterneuburg, na Áustria. A relação conflituosa com seu pai e aspectos da vida conturbada do autor fazem parte da exposição. O público pode, ainda, conhecer outros escritores que se inspiraram em A metamorfose.

Segundo o curador da mostra, Reynaldo Damazio, a exposição permite que o visitante mergulhe no universo de uma das obras mais importantes da literatura mundial e conheça detalhes da vida e da carreira de Kafka. “’Um corpo estranho’ propõe uma releitura de ‘A metamorfose’ a partir do diálogo entre o texto, os diários, a Carta ao pai, os aforismos e os autores que refletiram ou resgataram o legado kafkiano”, disse.

A mostra foi idealizada pela Casa das Rosas – Espaço Haroldo de Campos de Poesia e Literatura, instituição vinculada à Secretaria da Cultura do Estado de São Paulo. Na capital mineira, ela é realizada em parceria com a Academia Mineira de Letras, dentro do projeto Casa da Palavra, e pode ser visitada até 25 de julho, de terça a sábado, das 9h às 19. A entrada é franca. A Academia Mineira de Letras fica na Rua da Bahia, 1466, no bairro de Lourdes. Outras informações estão disponíveis no site da AML.

Anúncios
Posted in: Cultura, Literatura