Exposição fotográfica revela diferentes olhares sobre a natureza

Posted on 30/10/2014

0


Natureza em Tom traz imagens sensíveis e instigantes de diversos cenários

Cristiano Xavier, André Sena, Tom Alves e Jorge Santos clicaram diferente cenários / Beto Eterovick

Cristiano Xavier, André Sena, Tom Alves e Jorge Santos clicaram diferente cenários / Beto Eterovick

A natureza vista através das lentes de quatro fotógrafos mineiros é o destaque da mostra Natureza em Tom, em exibição no Sou Café, restaurante no pátio de convivência do Centro Cultural Banco do Brasil (CCBB). A mostra coletiva reúne fotografias que retratam, de maneira intimista e sensível, a natureza em suas mais variadas formas. Com entrada gratuita, os trabalhos podem ser visitados de 30 de outubro a 9 dezembro.

O instante perfeito em que um raio corta os céus durante uma tempestade, as misturas de cor e forma das folhas de algumas árvores tropicais, além de vários outros detalhes que vão sendo descobertos a cada instante, dão a tônica de “Natureza em Tom”. A partir da visão dos fotógrafos Cristiano Xavier, Tom Alves, Jorge Santos e André Sena, os visitantes da mostra vão poder conhecer singularidades de quem tem um certo gosto em fotografar a natureza.

“A fotografia de natureza é a mais fácil de ser consumida. Todo mundo gosta de ver uma bela foto do pôr do sol, do horizonte, de uma floresta”, explica o fotógrafo Jorge Santos. Quem visitar o espaço vai ter a chance de conhecer fotos da série “Imagine” (2013). A longa exposição e os movimentos da câmera deram diferentes contornos às fotografias, que Jorge clicou em Petrópolis, no Rio de Janeiro. “O ‘leitor’ da fotografia pode interpretá-la da maneira que quiser”, disse.

Fenômenos meteorológicos encantam na mesma proporção que assustam. É esse o efeito das fotos de André Sena, que também assina algumas imagens da exposição. As fotos fazem parte do projeto Riscando o Céu, em que o fotógrafo registra imagens de descargas atmosféricas, raios e relâmpagos, desde 2006. Em Natureza no Tom, estão expostas fotografias de tempestades na cidade de Sete Lagoas.

“Persistência e paciência. Nenhum recurso de sensor. É tudo na base do feeling mesmo. Eu tenho que ficar observando os boletins meteorológicos par saber quando vou poder fotografar”, conta André. Professor de fotografia, André destaca o interesse que essa arte tem nas pessoas e a chance de poder dialogar com o público sobre diferentes técnicas. “Você tem que saber exatamente o que quer fotografar. Não é simplesmente pegar uma câmera e clicar. Acho que ao ver diferentes trabalhos aqui na exposição, as pessoas vão despertando um interesse maior pela técnica da fotografia”, ressaltou.

Iniciativa da Cultivarte, empresa especializada em projetos culturais, Natureza em Tom é a segunda mostra realizada pela empresa no Sou Café. O grupo estreou no espeço com a exposição Sou da Praça. Nela, usuários da rede social Instagram deveriam fotografar os mais belos ângulos da Praça da Liberdade, na região Centro-Sul de Belo Horizonte. Esse novo período expositivo marca a parceria da empresa com o Sou Café, como explica a sócia da Cultivarte, Madu Dorella.

A partir de agora, a empresa vai realizar uma série de exposições fotográficas no Sou Café. Segundo Madu, o objetivo é fomentar a fotografia em Belo Horizonte ao oferecer um espaço para que profissionais e amadores possam divulgar o trabalho. “Nós vamos propor sempre um tema diferente, para evidenciar a diversidade dos fotógrafos da capital. As mostras também são um convite para que os frequentadores do CCBB conheçam o Sou Café, que é um espaço dedicado à cultura”, explicou.

Ainda não há data certa para a abertura da próxima exposição. Mas os estudantes de fotografia já podem começar a se preparar. A empresa vem conversando com coordenadores de cursos para apresentar o projeto e despertar o interesse dos alunos. “É como se estivéssemos oferecendo a esses novos fotógrafos a chance de dar o primeiro passo na fotografia”. O processo curatorial ficará a cargo das próprias universidades que abraçarem a ideia.

Anúncios
Posted in: Arte, Cultura