Êxodos, de Sebastião Salgado, chega ao Inimá de Paula

Posted on 28/08/2014

0


Exposição conta a história de pessoas que deixaram a terra natal para fugir da pobreza, da repressão ou das guerras.

Fotografias contam a história da sociedade em trânsito / Sebastião Salgado

Fotografias contam a história da sociedade em trânsito / Sebastião Salgado

A história da humanidade em trânsito, registrada pelas lentes do consagrado fotógrafo Sebastião Salgado, é o destaque do museu Inimá de Paula, de 29 de agosto a 16 de novembro. A exposição Êxodos traz para a capital mineira o trabalho de seis anos obtido durante as viagens que Salgado fez por 40 países. O público poderá conferir detalhes do trabalho do premiado fotógrafo mineiro. São imagens que contam a história de pessoas que foram obrigadas a deixar a terra natal devido a uma série de fatores. A entrada é gratuita.

A abertura da mostra, realizada nesta quinta-feira, 29, também foi especial para o próprio museu, que recebeu homenagem do Governo de Minas, por meio da Secretaria de Estado de Cultura, pelo trabalho de reunir, no coração da capital, diversas manifestações artísticas e culturais, desde a inauguração, em 2008. Na ocasião, foi entregue uma placa comemorativa, além da concessão de 20 mais anos para a utilização do prédio da Rua da Bahia onde funciona o Inimá de Paula.

Êxodos traz imagens impactantes que registram refugiados e pessoas deslocadas em diferentes pontos do mundo; as tragédias do continente africano, o êxodo rural, o conflito de terras e a urbanização caótica na América Latina e a urbanização das megalópoles asiáticas, além de uma série dedicada às crianças que contrastam com os cenários visitados por Sebastião Salgado.

A exposição apresenta imagens dos cinco temas centrais de “Êxodos” – África, Luta pela Terra, Refugiados e Migrados, Megacidades e Retratos de Crianças. “Mais do que nunca, sinto que a raça humana é somente uma. Há diferenças de cores, línguas, culturas e oportunidades, mas os sentimentos e reações das pessoas são semelhantes”, resume Sebastião Salgado. A curadoria é assinada pela esposa do fotógrafo, Lélia Wanick.

Êxodos chegou a Belo Horizonte por meio de uma parceira do Inimá de Paula com o Instituto Terra e, agora, faz parte do acervo permanente do museu. Para a curadora do espaço, Guiomar Lobato, destaca, além do ineditismo da exposição, uma grande oportunidade para que o público conheça o trabalho do fotógrafo mineiro. “Essa exposição é fantástica. Os visitantes vão poder conhecer a visão do Sebastião Salgado e entender um outro lado da arte, o de retratar a vida na sua realidade mais existencial”, disse.

Recentemente, o Palácio das Artes recebeu a exposição Genesis, também de autoria do fotógrafo. A série fotográfica revela insólitas paisagens do planeta. Para Guiomar, houve uma simples coincidência, no fim de Genesis e abertura de Êxodos. Mas, para os visitantes do museu, “isso é ótimo. Quem não pôde ver a outra exposição, certamente vai se encantar com Êxodos. E quem já viu Genesis, vai se encantar ainda mais com a sensibilidade de Sebastião Salgado, ao apreciá-lo em Êxodos”, ressaltou.

Reconhecimento do poder público – Inaugurado em abril de 2008, o museu Inimá de Paula abriga, na capital mineira, acervo permanente dedicado Inimá José de Paula. As obras traçam um panorama completo da vida e da obra do artista natural de Itanhomi, no Vale do Aço.

Como forma de reconhecer e estimular o trabalho de democratização do aceso à arte, realizado pela Fundação Inimá de Paula, a secretária de Estado de Cultura, Eliane Parreiras, entregou ao conselho diretor do espaço uma placa comemorativa e a concessão para a utilização do histórico prédio na rua da Bahia por mais 20 anos.

O presidente do conselho diretor do Inimá, Paulo Lasmar, enfatizou a inauguração da placa. Para ele, o reconhecimento do setor público em relação ao trabalho realizado pelo museu é mais uma garantia para que a Fundação Inimá de Paula continue colaborando para o fortalecimento da cultura em Belo Horizonte.

“Essa placa, apesar de simbólica, significa o trabalho incansável que temos feito aqui. Ela nos enche de orgulho e nos dá mais motivos para continuar a fornecer mais uma opção cultural para a cidade”, afirmou.

Êxodos – Sebastião Salgado
Quando: De 29 de agosto a 16 de novembro.
Horários: terça, quarta, sexta e sábado: 10h às 19h. Quinta: 12h às 21h. Domingo: 12h às 19h
Onde: Museu Inimá de Paula – Rua da Bahia, 1201, centro, Belo Horizonte
Entrada gratuita
Mais informações: (31) 3213-4320 / www.museuinimadepaula.org.br 

Anúncios
Posted in: Cidades, Cultura