Sol Alac se apresenta no Museu de Arte da Pampulha

Posted on 01/02/2013

0


Com o espetáculo “La Luz de Mis Ojos”, cantora argentina abre a temporada 2013 do projeto Domingo no Museu.

De origem eslava e indígena, a argentina Sol Alac leva o tango no DNA e o rock na pele. Depois de gravar em Belo Horizonte o DVD “La Luz de Mis Ojos”, Sol cantou em importantes festivais de jazz e world music. Com tanta bagagem no currículo, a cantora é a atração principal do projeto “Domingo no Museu”, uma iniciativa da Veredas Produções, e que ocorre em 3 de fevereiro, no Museu de Arte da Pampulha, às 11h.

Tangos, boleros e bossas, fazem parte do repertório da cantora. O espetáculo intimista, cheio de beleza e sofisticação promete encantar o púbico. “Maquillaje”, “Volver”, “Vete de mi” são algumas das músicas que se destacam. Ela terá a seu lado os músicos Olivier Manoury (bandoneon), Javier Estrella (bateria), Pajaro Canzani (violão) e Alexandre Mourão(baixo). A direção artística também é assinada pela cantora.

Sol Alac é atração do Museu de Arte da Pampulha.

Sol Alac é atração do Museu de Arte da Pampulha. Foto: Divulgação.

Sol Alac

Nascida em Bahia Blanca, na província de Buenos Aires, aos sete anos de idade Sol Alac já demonstrava que tinha talento para o estrelato. No primeiro grau, foi a solista do coro de alunos em inúmeras apresentações, numa infância regada de música folclórica argentina e sob influência de vozes profundas, como as dos conterrâneos Vitor Heredia, Atahualpa Yupanqui, Mercedes Sosa e dos cubanos Pablo Milanez e Silvio Rodriguez.

Adolescente, descobriu o tango de Roberto Goyeneche, de Astor Piazzola, Julio Sosa e Edmundo Rivero; o som de Bob Marley, dos Rolling Stones e The Doors; a cultura pop de Madonna, Cindy Lauper e dos espanhóis Mecano Alaska e Miguel Bossé. Em 2002, participou dos shows e do disco “O Tempo”, de Celso Adolfo. Passou um período de seis anos na Europa, onde pode aprimorar seu talento.

A série Domingo no Museu

Tradicional no cenário cultural de Belo Horizonte e do Estado, o Projeto Domingo no Museu apresenta ao público grandes nomes da música no Museu de Arte da Pampulha (MAP). O projeto já recebeu artistas como Ná Ozzetti, Paulo Belinatti, Juarez Moreira, Trio Madeira Brasil, Henrique Cazes, Paulo Freire, André Mehmari, entre muitos outros. A realização do Domingo no Museu no MAP foi responsável por consolidar o local como um espaço de lazer e cultura para todos os belo-horizontinos.

Sol Alac no Museu de Arte da Pampulha
Quando: 03 de fevereiro
Horário: 11h
Local: Museu de Arte da Pampulha – Av. Otacílio Negrão de Lima, 16585 – Pampulha
Informações: (31) 3277-7976 – www.veredasproducoes.com.br.

Anúncios
Posted in: Música