Belo Horizonte recebe itinerância da 30ª Bienal de São Paulo

Posted on 17/01/2013

0


Cerca de 270 obras, de 36 artistas, estarão expostas, de 17 de janeiro a 17 de março, no Palácio das Artes e no Centro de Arte Contemporânea e Fotografia.

São mais de 270 obras, de 36 artistas.

São mais de 270 obras, de 36 artistas.

O Palácio das Artes e o Centro de Arte Contemporânea e Fotografia recebem, de 17 de janeiro a 17 de março, um recorte da 30ª Bienal de São Paulo – A iminência das poéticas – Seleção de Obras. Durante três meses, o público mineiro poderá conferir o que de melhor a Bienal de São Paulo apresentou. Cerca de 270 obras, de 36 artistas, fazem parte do acerco que chega à capital. Os trabalhos são dedicados às constelações tipológicas, performáticas, reflexões sobre a natureza e ao tempo.

Com curadoria de Luis Pérez-Oramas, a itinerância da Bienal de São Paulo reúne trabalhos de variados artistas, nacionais e internacionais. Para a capital mineira, as obras foram selecionadas seguindo a expografia desenhada para os espaços da cidade. “Nosso desafio é manter um pouco dessa intenção constelar da Bienal sem grande amplitude de espaço. Organizamos pequenos grupos (trios, quartetos), distribuindo espacialmente obras que estão articuladas em função dos vínculos entre os artistas”, disse o curador.

Brasileiros como Arthur Bispo do Rosário e Sofia Borges estão entre os 36 artistas que vão ter as obras expostas no Palácio das Artes. Já o Centro de Arte Contemporânea e Fotografia da Fundação Clóvis Salgado receberá exposições que ocuparam boa parte da área climatizada em São Paulo. No local, retratos do alemão August Sander conversam com conjuntos do holandês Hans Eijkelboom, entre outras peças de organização tipológica, como as do venezuelano Roberto Obregón e do marfinense Frédéric Bruly Bouabré.

Segundo a gerente de artes visuais da Fundação Clóvis Salgado, Fabíola Moulin, a diversidade de obras apresentadas neste ano será uma oportunidade para o público conhecer o que, de melhor, tem sido feito, em termos de arte contemporânea. “É um orgulho muito grande receber mais uma itinerância. A Bienal de São Paulo é um dos maiores eventos de arte do mundo, e a população terá a chance de conhecer o trabalho de grandes nomes do universo das artes”, apontou.

O público tem até 17 de março para conferir as obras.

O público tem até 17 de março para conferir as obras.

Em 2011, cerca de 60 mil pessoas visitaram o Palácio das Artes para conferir os trabalhos daquela edição. A Fundação Clóvis Salgado e a curadoria da exposição esperam atrair um público ainda maior em 2013. Além de Belo Horizonte, o recorte da Bienal passará por Juiz de Fora, São José dos Campos, Ribeirão Preto, Bauru, Campinas, Araraquara e São José do Rio Preto. Os horários de visitação são de terça à sábado, das 9h30 às 21h, e domingo, das 16h às 21h. A entrada é gratuita. Mais informações: www.fcs.mg.gov.br.

Anúncios
Posted in: Cidades, Cultura