Segunda edição da Hora de Clarice tem programação especial

Posted on 10/12/2012

0


Livraria Mineiriana promoveu bate papo com o professor Marcelo Kraiser e a exibição de videopoemas livremente inspirados na obra de Clarice.

Várias cidades tiveram programação especial no aniverário de Clarice Lispector.

Várias cidades tiveram programação especial no aniverário de Clarice Lispector.

Uma das escritoras mais estudadas no Brasil, Clarice Lispector (1920-1977), completaria, nesta segunda-feira, 10 de dezembro, 92 anos de vida. Autora dos clássicos “Laços de família” e “A hora da estrela”, Lispector deixou um rico acervo para quem se interessa por seu trabalho. Com um estilo profundo e enigmático, Clarice inspirou, e ainda inspira, uma geração de admiradores. Para celebrar sua importância para a literatura nacional, o instituto Moreira Salles organiza, desde o ano passado, a Hora de Clarice, uma data marcada por palestras, debates e simpósios, em várias cidades do país, com o objetivo de espalhar, ainda mais, o legado de Lispector.

Em Belo Horizonte, não poderia ser diferente. A Hora de Clarice foi repleta de atividades para atrair os leitores. Na livraria Mineiriana, por exemplo, houve um bate-papo com o professor da Escola de Belas-Artes da UFMG e doutor em literatura comparada, Marcelo Kraiser. O DVD “Para Teus Olhos”, uma série com cerca de 20 videopoemas, livremente baseados na obra da escritora, lançado por Kraiser, em 2006, foi o tema apresentado ao público para esta edição da Hora de Clarice. “Há várias maneiras de se ‘entender Clarice’. Os vídeos são uma delas. Não usei citações da obra de Clarice nos poemas, mas a inspiração vem do trabalho dela”, disse Kraiser.

Marcelo Kraiser, além de apresentar seu DVD "Para Teus Olhos", participou de bate papo com o público.

Marcelo Kraiser, além de apresentar seu DVD “Para Teus Olhos”, participou de bate papo com o público.

O professor também realizou a leitura de trechos da obra de Clarice e falou sobre como os textos dela apresentam outros modos de olhar, sentir e pensar afastados do senso comum. Esses modos são, sempre, composições sonoras, visuais e de movimentos no limite da linguagem ‘entre o tonal e o atonal’, no dizer da escritora. Segundo Kraiser, a proposta é trabalhar uma forma diferente de “sentir o trabalho de Clarice. Ela funciona em ondas. Às vezes vem forte; às vezes, fraca. O compreender é muito maior do que o explicar. Pensar o trabalho de Clarice não é refletir sobre sua obra, mas algo muito além disso”, finalizou.

A Hora de Clarice também faz parte do projeto Mineiriana Cultural, uma série de eventos organizados pela livraria que visam chamar a atenção do público para as artes, em especial a literatura. Segundo a coordenadora do projeto, Beatriz Mom, “a ideia é sempre engrandecer o nome de escritores e promover momentos de discussões, reflexões e descobertas. As pessoas têm a chance de conhecer a obra de grandes autores de uma maneira diferente “, apontou. A programação completa dos eventos está disponível no blog http://livrariamineiriana.blogspot.com.br/.

Homenagem na rede

O Instituto Moreira Salles (IMS) e a Editora Rocco também homenagearam Clarice. No Rio de Janeiro, a programação contou com shows, saraus, palestras e bate-papos. Um concerto dirigido pelo poeta Eucanaã Ferraz reuniu o ator João Miguel e a cantora Jussara Silveira entre outros. A partir desta segunda-feira, o site www.claricelispectorims.com.br abrigará e-books, fotos e a comparação de traduções em diferentes línguas de trechos escritos por Clarice, além de aulas do ensaísta Zé Miguel Wisnik, professor de literatura brasileira e compositor. A página também possui listagem bibliográfica com todos os livros sobre a autora.

Anúncios
Posted in: Cultura, Literatura