Crianças se divertem na cozinha

Posted on 26/05/2012

0


Livro de Frederico Martini reúne 33 receitas de renomados chefes brasileiros e ensina pais e filhos os prazeres da gastronomia.

A combinação criança e cozinha não parece nada agradável. Há quem diga que essa mistura é perigosa e que o lugar dos pequenos é longe, bem longe das facas, garfos e fogão. O empresário e chef Frederico Martini discorda que essa mistura seja, assim, tão perigosa. Tanto que ele acaba de lançar o livro “Boa Lembrança da Infância”, obra que reúne 33 receitas de renomados chefs de todo o país. O lançamento do livro ocorreu no sábado (26), no Museu Histórico Abílio Barreto.

Com receitas que vão desde o brigadeiro de colher a um roulade de chocolate com castanhas e compota de cupuaçu, “Boa Lembrança da Infância” traz, além de uma série de pratos que pais e filhos podem preparar juntos, dicas sobre higiene e o correto armazenamento dos alimentos. Segundo Frederico, a proposta do livro é “reunir as famílias na cozinha, que é um ambiente muito agradável. Lá, todos podem aprender algo diferente e descobrirem como é bom cozinhar”, disse.

A ideia de publicar um livro voltado para a culinária infantil surgiu há dois anos, durante uma viagem a Cidade do Cabo, na África do Sul. “eu conheci uma chef que estava lançando um livro de receitas para crianças. Aí ela me disse, ‘porque você não lança um livro assim também’? Quando voltei ao Brasil, entrei em contato com o pessoal da Boa Lembrança, selecionei os chefs e eles toparam o desafio”, explicou Frederico, que tem, na gastronomia, um dos seus grandes hobbies.

Os participantes do projeto de Frederico fazem parte da Associação Gastronômica da Boa Lembrança e foram desafiados a criar receitas simples para que os pequenos fossem capazes de preparar na cozinha. As garotas Ana Corina (12) e Maria Luiza (10) são exemplos dessa aventura culinária. “A gente gostou muito de cozinhar. É muito divertido e a gente aprende bastante sobre as coisas da cozinha”, disseram.

Além de contribuir para que pais e filhos aprendam mais sobre o universo gastronômico, o livro de Frederico terá parte de sua renda revertida para projetos sociais do Instituto Padre Airton (IPA-MG), instituto filantrópico presente em várias cidades. Segundo Rita Guimarães, uma das fundadoras do IPA-MG em Belo Horizonte, a parceria com Frederico é de extrema importância para o Instituto, que sobrevive de doações. “É muito bom poder fazer parte desse projeto, pois divulgamos nosso trabalho e temos a possibilidade de arrecadar fundos para nossas ações”, disse.

 

Anúncios