José Hamilton Ribeiro na Academia Mineira de Letras

Posted on 01/09/2011

0


O jornalista e escritor José Hamilton Ribeiro participa do Programa Bate-Papo com o Autor, da Academia Mineira de Letras, lançando o livro: “Realidade – de 1966 a 1976”. Uma edição comentada das grandes reportagens que marcaram época da revista Realidade.

27 de setembro, às 19h30.
Academia Mineira de Letras.
Rua da Bahia, 1466. Informações: 3222-5764.
Entrada franca.

*Os primeiros 100 livros serão vendidos ao preço especial de R$ 5,00.

José Hamilton Ribeiro é paulista de Santa Rosa do Viterbo e repórter por vocação. Com 40 anos de profissão, Zé Hamilton, como é mais conhecido, ainda mantém a mesma obstinação e o prazer pela busca da notícia. Ao longo de sua carreira esteve à frente da criação da revista Realidade, que se tornou um paradigma do jornalismo brasileiro, e da Quatro Rodas. Trabalhou na Folha de S. Paulo, Globo Repórter, Fantástico e Globo Rural, onde há vinte anos exerce as funções de editor e repórter especial. Considerado um dos maiores jornalistas deste país, Zé Hamilton já ganhou inúmeros prêmios – apenas de Prêmio Esso, foram sete. Em 2004, a revista Ÿcaro o escolheu como o rosto do jornalismo brasileiro.

O livro: O livro faz um mergulho nas fórmulas utilizadas pela equipe de redação da revista Realidade, entre os anos de 1966 a 1976. Ele esboça uma análise dos métodos adotados pela redação da revista, traz histórias de bastidores de algumas de suas matérias e revela casos em off de muitas reportagens. A principal característica da revista era a abordagem criativa, às vezes com relatos em primeira pessoa, de temas considerados tabus, como divórcio, sexo na juventude, pílula anticoncepcional, celibato na igreja, educação sexual para crianças e jogo do bicho, entre vários outros. O livro, dividido por temas, traz, em cada capítulo, três tipos de texto – a apresentação, que explica como a revista tratava aquele assunto; as reproduções de matérias da época e o ‘em off’ de cada reportagem.

A revista: Criada pela Editora Abril em 66, com a intenção de formular uma revista mensal, com uma nova linguagem, surge a Realidade, que veio revolucionar o mercado editorial brasileiro. Em um país com menos de 90 milhões de habitantes, aproximadamente 45% da população analfabeta, em sua grande parte morando nas áreas rurais, foi nesse cenário que a revista chegou a ter uma tiragem de aproximadamente 1 milhão de exemplares.

Anúncios
Posted in: Cultura, Literatura