Inforuso 2010 discute as oportunidades e novidades do mercado de T.I.

Posted on 13/04/2011

0


No Expominas, em BH, a INFORUSO 2010 discute as novidades do mundo da TI.

A Copa do Mundo de 2014 vai trazer grandes benefícios para o Brasil, especialmente para Belo Horizonte, que tem sido apontada por muitos especialistas como cidade polo no setor de Tecnologia da Informação. Mas, como garantir que as expectativas geradas em relação à maior festa do esporte mundial não fiquem apenas no papel, e consigam transformar a realidade da capital mineira, colocando a região em uma posição estratégica, e criando oportunidades não só para a cidade, mas para todo o Estado? Esse foi apenas um dos assuntos discutidos durante a abertura da INFORUSO 2010, a mais tradicional feira de informática e telecomunicações de Minas Gerais, que teve início em 05/10, no Expominas, e vai se estender até o dia 08 deste mês.

Organizada pela Sociedade dos Usuários de Informática e Telecomunicações de Minas Gerais (SUCESU-MG), a feira chega a sua 26ª edição e traz como novidade sua inserção na INOVATEC, evento de inovação tecnológica organizado pelo governo do Estado e que também contará com ampla programação. “Desse modo, a feira configura-se de forma ainda mais expressiva, como grande facilitadora de contatos e oportunidades no setor”, explicou a assessoria. Para o presidente do Conselho Diretor e presidente executivo da SUCESU-MG, Márcio Tibo, o objetivo desta edição da INFORUSO é “proporcionar um evento diferenciado no qual a conexão entre conhecimento e pessoas se torne realidade”, afirmou. Ainda segundo Márcio, a área de T.I. tem evoluído, e muito, ao longo dos anos. “Ela é a ‘alma da empresa’ está presente em qualquer departamento. Um setor estratégico, mas que só tem sentido se agregar algum valor ao mercado e estiver em constante renovação”.

O público também conferiu de perto as novidades tecnológicas da feira.

A INFORUSO tem sido uma grande oportunidade para empreendedores e empresas do setor de tecnologia da informação e da comunicação. Profissionais e estudantes da área também são muito benvindos, já que o evento promove discussões de temas relevantes, formação de networking e oportunidades de negócios. “A nossa expectativa é a realização de um evento que agregue valor para seus participantes, congressistas, patrocinadores e visitantes. Tudo foi planejado com o objetivo de proporcionar aos nossos stakeholders um evento diferenciado, cujo tema ‘pessoas em conexão’ torne-se uma realidade”, afirmou Márcio Tibo. Na programação, mais de 40 palestras e 12 oficinas sobre segurança digital, plataforma Java, ambiente OpenSource, desenvolvimento de aplicativos para Android e Iphone e até mesmo utilização de redes sociais nas empresas vão aguçar o interesse das mais de 20 mil pessoas que são aguardadas.

A Copa de 2014 também foi assunto bastante discutido durante a feira.

E como não poderia ficar de fora, a Copa do Mundo 2014 será um assunto discutido amplamente durante a feira. Márcio explica que a proposta é pensar nos benefícios que Belo Horizonte terá como uma das cidades sede, além de discutir como construir, com os investimentos feitos em infraestrutura e mão de obra, um legado positivo para a população. Segundo o presidente, a capital é considerada polo de excelência em tecnologia e recursos humanos e as mudanças que ocorrerão ao longo desses três anos que nos separam até os próximos jogos deverão ser preservadas. “Haverá muito investimento e qualificação de mão de obra para a Copa, mas é preciso pensar no depois. Criar as oportunidades de crescimento para a cidade e não deixar que elas desapareçam quando a tudo acabar.” Márcio ainda ressalta que a Copa movimentará a economia mineira e colocará Belo Horizonte em uma posição estratégica em relação às demais cidades que também sediarão jogos.

Fotos: Sheila Figueiredo

Anúncios